Consórcio Nordeste e França renovam acordos de cooperação

 

O presidente do Consórcio Nordeste e governador do Piauí, Wellington Dias, participou, nessa quinta-feira (29), em Recife, da assinatura da renovação do acordo de cooperação entre os nove estados da região e o Governo da França. Com isso, ficou acertado a ampliação dos investimentos de empresas privadas do país europeu no Nordeste, além de oferta de crédito da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD). O evento foi realizado na sede do Governo de Pernambuco, com a presença de governadores e gestores do Nordeste, da embaixadora da França, Brigitte Collet, e de representantes da AFD.

 

 

Wellington Dias disse que um grupo técnico patrocinado pela AFD está elaborando uma nova carteira de projetos para definir as áreas que terão investimentos na região e que a empresa EDF Renewables pretende investir na geração de energia eólica no Piauí e em outros estados do Nordeste nos próximos quatro anos. “Essa integração entre o Governo da França e o Nordeste, realizada a partir de primeiro acordo de cooperação assinado em julho de 2019, facilitou a atração de novos investimentos. O governo francês demonstrou que vai continuar investindo no Nordeste em 2021, 2022 e 2023. Temos muitos interesses em comuns”, afirmou o governador do Piauí.

 

 

Na reunião, os participantes fizeram um balanço das ações realizadas entre o Nordeste e a França desde o início do acordo de cooperação. Houve investimentos de empresas francesas em vários setores da economia do Nordeste, como saneamento, transporte, pesquisas, turismo, energia solar e eólica. Somente neste último, o investimento foi de R$ 7,5 bilhões na região.

 

A embaixadora da França, Brigitte Collet, afirmou que há valores comuns entre a França e o Consórcio Nordeste, e que é muito motivador ter parceiros interessados, como os governadores nordestinos. “É uma política que aplicamos a nós mesmo e todas as nossas relações internacionais. Foi assim desde o início do acordo com o Consórcio, há dois anos”, disse.

 

A renovação do acordo decidiu priorizar cinco temas para os próximos anos: energia, meio ambiente, água e saneamento, gestão de resíduos e agricultura familiar.

 

No final da reunião, ficou acertado a realização, no segundo semestre de 2021, de um evento sobre esses temas prioritários que também inclua a participação de empresas francesas e de atores econômicos brasileiros dos estados do Nordeste, a fim de facilitar parcerias e trocas de expertise.

 

 

 

 

CCOM

Mais de